BLEND 6 - Vinhos com Assinatura
Seja Responsávelbeba com moderação
Possui idade legal para consumir
Bebidas Alcoólicas?
Sim
Não
A sua idade não permite aceder ao site devido a restrições legais

Boas Quintas

Boas Quintas
Boas Quintas Boas Quintas Boas Quintas Boas Quintas

Em 1991, Nuno Cancela de Abreu, que representa a 4ª geração da família Cancela de Abreu, decidiu dedicar toda a sua experiencia na área da viticultura e enologia num projeto que lhe permitisse criar vinhos de alta qualidade com carácter e personalidade.

É neste contexto que nasce as BOAS QUINTAS, como forma de dar continuidade à herança familiar, com a plantação de novas vinhas a par do lançamento das marcas Quinta da Fonte do Ouro e Quinta da Giesta.

Na vindima de 2010 tomou a decisão de se dedicar por inteiro a este projeto para o desenvolver de uma forma sustentável alargando-o a outras regiões, fruto da reorientação estratégica da mpresa. A partir desta data as BOAS QUINTAS afirmam-se como projeto multi-regional englobando, entre outras, três importantes Quintas: “Quinta da Fonte do Ouro” e “Quinta da Giesta” na região do Dão e “Herdade de Gâmbia” na região da Península de Setúbal.

Com a boa recetividade por parte dos críticos e com um rol de prémios desde 1998, a expansão dá continuidade à fundação originalmente familiar. Com o alargamento da produção, numa ótica de crescimento e diversificação de propostas de vinhos, dá-se a evolução ambiciosa com o desenvolvimento de um portefólio de vinhos que abrange as regiões do Dão, Bucelas, Península de Setúbal, Alentejo, Porto e Douro e com uma forte vocação para a exportação.

Do “velho mundo” do vinho, a BOAS QUINTAS é um produtor focado em acompanhar as tendências do mercado, sem esquecer as matrizes enológicas portuguesas. Brinda os consumidores com uma produção de vinhos certificados de qualidade, resultado da experiência vitivinícola com recurso a tecnologias de topo, que permitem exponenciar as qualidades de cada néctar, atribuindo-lhes sofisticação e complexidade. A BOAS QUINTAS tem a firme convicção de que o vinho nasce na vinha, sendo o reflexo das condições naturais que a envolvem, razão pela qual existe um especial
cuidado no trato e respeito pela natureza. A adaptação das nossas melhores castas em cada uma das regiões, em função das suas condições edafoclimáticas ímpares, representa a essência qualitativa das mesmas.

O Produtor

Licenciado em Enologia pelo Instituto Superior de Agronomia (ISA), em Lisboa em 1980, concluiu uma pós-graduação em Viticultura e Enologia na Universidade de Montpellier, no Sul de França em 1981.

A sua primeira experiência profissional foi na Região do Douro entre 1981 e 1987, paralelamente entre 85 a 87, lecionou Enologia na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

De 1987 a 2001 foi gerente e enólogo da Quinta da Romeira em Bucelas, tendo sido um dos principais responsáveis pela recuperação da casta Arinto. Atualmente, em consequência desse trabalho, a casta Arinto, presente em muitas regiões, é considerada uma das melhores variedades de uva branca portuguesa.

Entre 2001 e 2010 teve como desafio a reestruturação da Quinta da Alorna no Ribatejo. Ao longo da sua carreira foi dando assistência a outros projetos, prestando serviços de enologia através da empresa NCA Consultores nas regiões de Setúbal e Alentejo.

Nuno Cancela de Abreu tem uma carreira de enólogo construída e consolidada ao longo de 30 anos com a capacidade de manter intacta, nos vinhos que cria, a expressão de cada terroir respeitando as suas diferenças e a segmentação das marcas.

  • Credit Suisse
  • David Rosas
  • Jaguar
  • Aston Martin
  • Zwiesel 1872
2017 | Privacidade Direitos Reservados
Sensorial