BLEND 6 - Vinhos com Assinatura
Seja Responsávelbeba com moderação
Possui idade legal para consumir
Bebidas Alcoólicas?
Sim
Não
A sua idade não permite aceder ao site devido a restrições legais

Quinta Nova

Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo
Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo

Com uma vida centenária, esta quinta foi propriedade da Casa Real Portuguesa até 1725 e integrou a primeira demarcação pombalina, símbolo, já na altura, de vinhos de qualidade superior.

Tornou-se QUINTA NOVA quando se juntaram, numa só, duas quintas e deve o apelido devoto à santa Nossa Senhora do Carmo, a quem os mareantes dos barcos rabelo pediam proteção para passarem sem naufragar na zona perigosa do rio Douro junto à propriedade.

Ainda hoje ali está, ao longo de 1,5 kms de margem com o rio Douro, a pequena capela - memória de fé, assim como, na encosta sobranceira, a casa senhorial oitocentista, recuperada para a winery house e restaurante, visitas e provas de vinhos e outras atividades ligadas ao enoturismo da quinta. Destaca-se igualmente o edifício da adega de 1764, cuidadosamente preservado, com um atelier de vinho próprio, um local de labor artesanal das uvas que originam os grandes reserva da quinta.

Em 2005 nasceu um novo projeto que foi para além dos vinhos do Porto e, pela primeira vez, a vindima decorreu com o objetivo de se desenharem grandiosos vinhos do Douro. A aposta foi para vinhos que refletissem o seu terroir, tintos com elevada elegância e concentração de cor, de estrutura clássica e fruta genuína. Com o tempo, outros vinhos foram completando a coleção de grandes reservas.

É a diversidade do Douro na sua melhor expressão, em 41 parcelas de vinha. É o mote e o desafio para a promotora e líder do projeto, Luisa Amorim, apostada em dar corpo a vinhos de carácter, mas também com uma assinatura própria, onde a qualidade não é a perfeição mas sim a exceção!

A Produtora

Luisa Amorim conheceu o Douro tinha 24 anos. Apesar de o sentir uma terra distante e de difícil acesso, voltou três anos mais tarde, quando a família Amorim adquiriu a Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo.

No seio familiar ganhou curiosidade por várias áreas de negócio e o relacionamento fácil com a natureza e o mundo comercial. A sua integração no Grupo Amorim possibilitou o contacto com
muitos produtores de vinhos em diferentes cantos do mundo. O início, a sua escola de vinho, teve lugar nas caves da J.W. Burmester em Vila Nova de Gaia. Aprendeu do setor do vinho do Porto
a noção de estilo da casa, um trabalho que se faz todos os dias, que se constrói no respeito pela tradição e pela matéria-prima.

A sua paixão pelos vinhos tem associado o gosto pela natureza no qual, seja no negócio do vinho, ou noutro como o da cortiça - toda a vida da família de Luísa Amorim - sente-se a terra como
uma pertença, vive-se cada colheita.

Com formação e percurso na hotelaria, marketing e gestão, motiva-a igualmente a enologia, o desafio de ter diferentes vinhos, de explorar caminhos novos e, ao mesmo tempo, de preservar a identidade de uma grande casa, um estilo. É esta criatividade e esta atenção à qualidade e ao pormenor que a orienta quando fecha cada um dos lotes de vinho Quinta Nova.

Para além do fascínio pelos vinhos e outras áreas da gestão, dedica parte da sua vida a grandes causas, como a fundação da Associação Bagos D’Ouro, uma organização sem fins lucrativos que promove oportunidades educacionais para crianças e jovens carenciados do Douro, bem como o projeto D’UVA, através do qual se juntou a sete vozes femininas na valorização e promoção do vinho português.

  • Credit Suisse
  • David Rosas
  • Jaguar
  • Aston Martin
  • Zwiesel 1872
2017 | Privacidade Direitos Reservados
Sensorial